V – A – Z – I – O

Foto por Paula Schmidt em Pexels.com Sabe, de repente vem assim, um vazio. Aqueles dias que de tão cheio parece que acaba sem nada, sem novidades, sem uma boa conversa, sem bons lugares para ir, sem boas músicas para ouvir, pois todas parecem chatas. Ai penso: o chato sou eu.Sabe, às vezes o dia é … Continuar lendo V – A – Z – I – O

Mesquita da Misericórdia – Vila Joaniza

A Mesquita da Misericórdia foi fundada em 19 de Setembro de 1977 e é identificada também como SOBEM (Sociedade Beneficente Muçulmana Beneficente Muçulmana), entidade civil sem fins lucrativos de âmbito religioso, composta por um ilimitado número de sócios individuais, de várias nacionalidades, que professam a fé islâmica.

Dinossauros não transam!

Sei que é um assunto completamente imbecil, mas em uma conversa ridícula com alguns amigos, descobrimos porque os dinossauros foram extintos. Eles não transavam. Sim... Eles não copulavam de forma alguma e tenho provas. E, estas provas todos concordarão. Vejamos: alguém já viu o sexo dos dinossauros? Ninguém! Todas as fotos, montagens, etc... Nada! Todas … Continuar lendo Dinossauros não transam!

O homem cordial

Tecnologia assume papel que deveria ser do ser humano Estes dias conversando com um amigo e descobrimos que a tecnologia é cordial, não os homens. E tudo isso é visível em nosso dia a dia, pois quando ligamos o computador o sistema Windows já faz um barulhinho de saudação, quando estamos escrevendo um texto no … Continuar lendo O homem cordial

As horas são as visões do relógio

“Costumo ver o tempo como forma de ansiedade”, disse o vilão Coringa, na clássica história “Piada Mortal”, de Alan Moore. Concordo plenamente com o “heróico vilão”, pois vejo as horas com uma enorme ansiedade. Mas, o que me chamou a atenção é que os relógios são os grandes responsáveis e, não as horas. Como assim? … Continuar lendo As horas são as visões do relógio

A idade que te chega

Às vezes me veem algumas saudades sem datas, pois as datadas já não tem mais graça. Iguais às histórias mal contadas de sonhos mal acabados. Da janela lembro-me das felicidades de ouvir e falar de sonhos que foram idealizados e concretizados e de muitos outros que ficaram pelo caminho ou os que ficaram no quase, … Continuar lendo A idade que te chega

A retrospectiva da saudade

Há uma balela linguística que afirma que a palavra “saudade” é tipicamente brasileira, pois não há em outras línguas uma palavra que carrega tal sentimento. Tal afirmação descaracteriza este sentimento para usar, por exemplo, a palavra “miss” em Inglês e que tem o mesmo significado, porém ela vai ter o mesmo sentido da palavra saudade … Continuar lendo A retrospectiva da saudade

Músicas (des)ajeitadas… Ou talvez um novo modo de ouvir…

As pessoas mudaram completamente a forma de fazer música e também o jeito de ouvir. Desde a invenção do rádio, onde as pessoas ficavam ao redor de um aparelho que tinha apenas uma caixa de alto falantes, ou do gramophone, que era um pré-toca discos que também tinha apenas uma caixa de som, ecuando em … Continuar lendo Músicas (des)ajeitadas… Ou talvez um novo modo de ouvir…

Amor engessado

Não conheço nenhum ser humano que gostaria de se machucar ou ter algum osso fraturado. Sabemos que a dor é imensa, fisioterapias e sem falar da dor de cabeça em ir até o hospital, enfrentar filas para ser atendido e aguardar e aguardar até ser chamado pelo tal “Doutor”. Quando pivete… Lá da época do … Continuar lendo Amor engessado